Rádio Líder Online de Acopiara

Herói improvável, Rafael Silva garante vitória do Vasco sobre o Bota e vantagem na final

RESUMÃO

  • O JOGO QUEM APOSTAVA NELE?

    Uma decisão é sempre terreno fértil para o aparecimento de heróis improváveis. Neste domingo, no primeiro jogo da final do Campeonato Carioca entre Botafogo e Vasco apareceu mais um destes que não figuravam sequer nas apostas de esquina. Aos 24 anos, o atacante Rafael Silva saiu do banco de reservas do Maracanã para aparecer sozinho aos 46 da etapa final e marcar o gol da vitória cruz-maltina por 1 a 0. Tento salvador que premiou os 70% de posse de bola do Gigante da Colina e pulverizou a vantagem do Botafogo na decisão do estadual.

  • DESTAQUEOS 90 MINUTOS

    O Botafogo começou em ritmo alucinante. Chegou com perigo logo na primeira investida. Martín Silva teve que aparecer e salvar a cabeçada de Bill. Mas foi só. O Alvinegro não conseguiu sustentar o ímpeto e viu o adversário crescer. Apesar do volume, o Vasco precisou de uma falha para chegar à melhor chance. Giaretta errou o corte e deixou de graça para Julio dos Santos perder uma oportunidade incrível. Foram assim os primeiros 45 minutos. O início da etapa final repetiu o roteiro do primeiro tempo. Inicialmente, o Bota em cima e perdendo boa oportunidade. Desta vez com Bill frente a frente com Martín Silva. Entretanto, o gás do Bota confirmou durar pouco. O Vasco voltou a crescer na partida e assustou duas vezes em pouco tempo. Ambos com Julio dos Santos. Acuado, o Bota passou a apostar nos contragolpes. Em dois deles assustou. Arão chegou a carimbar o travessão. Mas o destino estava nos pés de Rafael Silva. O atacante jogou no erro, viu a bola da cobrança de falta passar por todo mundo e só completou para o gol aos 46 minutos.
    443
    DESTAQUE BILL X RODRIGO

Com arbitragem polêmica, Palmeiras sai na frente do Santos na decisão

RESUMÃO

  • O JOGO
    O Palmeiras venceu o Santos por 1 a 0, em São Paulo, neste domingo, no primeiro jogo da final do Paulistão. A arbitragem, mais uma vez, foi alvo de polêmica e reclamação dos dois times. Os santistas reclamaram de impedimento no lance do gol palmeirense (anotado por Leandro Pereira) e do pênalti cometido por Paulo Ricardo em Leandro Pereira (desperdiçado por Dudu). Os alviverdes contestaram a não marcação de um penal em Rafael Marques.
    A atuação do árbitro Vinicius Furlan foi tão contestada que os dois treinadores (Oswaldo de Oliveira e Marcelo Fernandes) foram expulsos no fim do primeiro tempo. E o juiz ainda expulsou o jogador errado no lance do pênalti - David Braz, e não Paulo Ricardo, voltando atrás na decisão somente após muita reclamação e o alerta do árbitro assistente. 
  • DESTAQUECOMO FICA?

    O placar deste domingo dá ao Palmeiras a chance de jogar pelo empate na Vila Belmiro para ser campeão. O Peixe tem que vencer por pelo menos dois gols de diferença para levantar a taça no tempo normal. Se o Santos ganhar por um gol, decisão no pênaltis.

Fortaleza vence Ceará em um tempo e abre vantagem na final cearense

Com primeiro tempo de muita pressão, o Fortaleza venceu o Ceará, por 2 a 1, e largou na frente na briga pelo título cearense. Dominando o Vovô, em quase toda a etapa inicial e marcando bem na reta final, o Tricolor do Pici saiu da Arena Castelão, vom a vantagem para o jogo de volta. Agora, é o Leão que joga pelo empate. Ao Alvinegro, resta vencer por um ou mais gols de diferença para ficar com o título.
Genilson e Everton marcaram os gols do Tricolor em bolas lançadas. para a área alvinegra. Do outro lado, Magno Alves arriscou de longe e diminuiu a contagem. Todos os gols foram no primeiro tempo.
O Fortaleza só volta a campo no próximo domingo, 3 de maio, quando enfrenta o mesmo Ceará, às 16 horas, na Arena Castelão, no jogo de volta da final do Campeonato Cearense. O Vovô, por outro lado, tem compromisso pela Copa do Nordeste, na quarta-feira (29), quando encara o Bahia, em casa, também na Arena Castelão, pela decisão do título.
Tricolor mais ativo
O primeiro tempo pode ser dividido em três momentos. O primeiro não durou mais do que dez minutos, quando um Vovô sem muitas pretensões apenas administrava o placar diante de um Leão sem opções de jogada. No entanto, tudo mudou a partir do 14° minuto, quando a zaga alvinegra vacilou em bola rasteira e Genilson só teve o trabalho de chutar para as redes.
Daí em diante, o panorama do jogo se inverteu. O Tricolor do Pici ganhou em velocidade e toque de bola. E o Alvinegro abandonou o esquema tático e pareceu perdido em campo. Enquanto um ou outro jogador do Vovô tentava decidir sozinho, o Leão partia em bloco. E assim, na pressão, os comandados de Marcelo Chamusca chegaram ao segundo gol, na cabeçada de Everton, que ganhou no salto de Charles.
O terceiro momento do jogo surgiu na hora em que Ricardinho e Magno Alves chamaram a responsabilidade para si. Depois de boa troca de passes, Magnata avançou, viu o espaço aberto pela zaga tricolor e mandou no canto de Deola. Mesmo com o chute de longe, o goleiro não conseguir chegar nela. Dali para frente, a partida já era outra de novo.
Ceará, Fortaleza, Clássico-Rei, Arena Castelão, Cearense, Final (Foto: Kid Júnior/Agência Diário)Com o tropeço, o Ceará terá que vencer no jogo de volta para levar a taça (Foto: Kid Júnior/Agência Diário)


Emoção só nos últimos 15 minutos
O gol do Ceará na reta final do primeiro tempo deu a falsa impressão de que a etapa complementar iria ter ritmo igual ou melhor do que os 45 minutos iniciais. Contudo, os times se arriscavam pouco no ataque e pareciam estar satisfeitos com o placar.
A partir dos 30 minutos, o Ceará se aplicou mais na marcação e começou a criar jogadas perigosas. Em uma delas, Corrêa tentou afastar bola em escanteio e quase fez contra. O Fortaleza ainda teve uma falta perigosa desperdiçada. E para dar mais emoção, aos 45 minutos, o árbitro expulsou Sandro Manoel por agressão em Maranhão, sem bola. Com isso, o Tricolor mudou a cara do jogo e pressionou o adversário. Mas não houve tempo para mais nada.
Na saída de campo, enquanto os jogadores do Ceará reclamavam da expulsão, os do Fortaleza eram ovacionados pela torcida.

Veja os resultados deste sábado em 18 campeonatos estaduais pelo Brasil

Campeonato Paulista Série A2 2015 (Primeira fase - 18ª rodada)
Água Santa 3 x 0 Monte Azul
Guaratinguetá 1 x 3 Batatais
Rio Branco-SP 3 x 1 Comercial-SP
União Barbarense 1 x 1 Paulista
Guarani 0 x 1 Velo Clube
Independente-SP 0 x 0 Atlético Sorocaba
Catanduvense 2 x 3 Santo André
Novorizontino 1 x 0 Mirassol

Campeonato Paulista Série A3 2015 (Fase semifinal - 1ª rodada)
Grêmio Osasco 1 x 1 Juventus-SP

Campeonato Paulista Segunda Divisão 2015 (Primeira fase - 2ª rodada)
Taboão da Serra 2 x 1 ECUS
Mauaense 0 x 1 Diadema
União Suzano 0 x 3 Jabaquara
Bandeirante-SP 0 x 0 Assisense
Noroeste 0 x 0 Fernandópolis
Grêmio Prudente 2 x 1 Tanabi

Campeonato Carioca Série B 2015 (Taça Santos Dumont - Semifinal - jogos de volta)
Portuguesa-RJ 2 x 0 Angra dos Reis (Ida: 2 x 2)
America-RJ 2 x 3 Americano (Ida: 0 x 0)
OBS: Portuguesa-RJ e Americano estão na final da Taça Santos Dumont.

Campeonato Mineiro Módulo 2 2015(Hexagonal final - 5ª rodada)
Uberlândia 3 x 1 Araxá

Campeonato Paranaense 2015 (Quadrangular do descenso - 5ª rodada)
Prudentópolis 1 x 4 Atlético-PR
OBS: Atlético-PR livre do risco de rebaixamento.

Campeonato Baiano 2015 (Disputa de 3º lugar)
Colo Colo-BA 1 x 0 Juazeirense

Campeonato Cearense Série B 2015 (Primeira fase - 12ª rodada)
Tiradentes 1 x 3 Uniclinic
Barbalha 4 x 1 Nova Russas

Campeonato Potiguar 2015 (Copa Rio Grande do Norte - 7ª e última rodada)
Globo FC 1 x 2 ABC
Baraúnas 1 x 2 Palmeira
América-RN 2 x 1 Alecrim
Santa Cruz-RN 2 x 1 Potiguar de Mossoró
OBS: ABC, campeão da Copa Rio Grande do Norte, pega América-RN na final do estadual.

Campeonato Alagoano 2015 (Semifinal - jogo de ida)
Coruripe 1 x 0 CSA

Campeonato Goiano Segunda Divisão 2015 (Quadrangular final - 4ª rodada)
Vila Nova 3 x 2 Iporá

Campeonato Brasiliense 2015 (Final - jogo de ida)
Gama 3 x 0 Brasília

Campeonato Capixaba 2015 (Hexagonal semifinal - 9ª rodada)
Estrela do Norte 4 x 1 Linhares
Rio Branco-ES 1 x 0 Atlético-ES
Real Noroeste 1 x 2 Desportiva Ferroviária
OBS: Rio Branco-ES está na final.

(Quadrangular do rebaixamento - 5ª rodada)
Vitória-ES 1 x 2 São Mateus
OBS: Vitória-ES rebaixado para a Série B.

Campeonato Capixaba Série B 2015 (Primeira fase - 7ª rodada)
Doze 0 x 0 Vilavelhense

Campeonato Amazonense 2015 (Primeira fase - 11ª rodada)
Princesa do Solimões 2 x 1 São Raimundo-AM
Nacional Borbense 1 x 2 Penarol-AM
Rio Negro-AM 2 x 2 Iranduba

Campeonato Tocantinense 2015 (Primeira fase - 11ª rodada)
Interporto 2 x 2 Gurupi
Guaraí 1 x 1 Araguaína
Palmas 4 x 3 Tocantins
Paraíso 0 x 0 Tocantinópolis

Campeonato Acreano 2015 (Primeira fase - 8ª rodada)
Alto Acre 0 x 2 Amax
Rio Branco-AC 5 x 2 Plácido de Castro
Náuas 1 x 5 Atlético-AC

Campeonato Roraimense 2015 (Segundo turno - 1ª rodada)
Náutico-RR 6 x 1 GAS
Rio Negro-RR 0 x 3 São Raimundo-RR

Polícia do Ceará troca Hilux por GM Spin

foto veículo polícia ceará
DOMINGO, 26 DE ABRIL
Os novos veículos da Polícia do Ceará poderão ser conferidos nos próximos meses. Ao invés das Hilux, o Governo do Estado decidiu optar por veículos mais baratos. Enquanto a Hilux custa entre R$ 91,3 mil a R$ 152,3 mil, a GM Spin pode ser adquirida por R$ 53,4 mil a R$ 67,2 mil.

ACOPIARA: Acidente de trânsito entre carro e moto

DOMINGO, 26 DE ABRIL
O plantão policial registrou um acidente de trânsito, na tarde deste domingo 26, na CE-060 próximo ao Posto Lajes em Acopiara. Foram envolvidos no acidente os seguintes veículos: 1- TOYOTA HILUX CD4X4 SRV-2014/2014- de cor preta de placas PMU-1600, Jucás-Ce, 2- Uma moto HONDA/CG 125 FAM-2008/2008- de cor preta de Acopiara-Ce. O condutor da moto conhecido como Antonio, que reside no bairro Moreiras em Acopiara, foi socorrido pelo Samu em estado grave lavado para o  Hospital Julia Barreto e em seguida foi transferido para o Regional de Iguatu.

"Precisamos coroar esta campanha", diz Chamusca antes da final estadual

DOMINGO, 26 DE ABRIL
Marcelo Chamusca voltou ao Pici em março deste ano, depois de passar pelo Atlético-GO. Em 12 jogos sob comando dele, o Leão obteve um aproveitamento de 77,7%, com nove vitórias e um empate, 19 gols marcados e somente seis sofridos. Por chegar à decisão do Campeonato Cearense, tem garantidas as vagas da Copa do Nordeste e na Copa do Brasil de 2016. Por isso, diante do Ceará, o treinador do Fortaleza quer coroar a boa campanha e ficar com o título estadual, que escapou após dois empates no ano passado.
- São números expressivos, que comprovam que o trabalho está no caminho certo. Outro aspecto importante é ter garantido o calendário cheio para a próxima temporada. A caminhada foi árdua até aqui e precisamos coroar esta campanha sendo campeões estaduais e com o acesso à Série B (do Brasileiro) - afirmou Marcelo Chamusca. 
O primeiro dos jogos da final será neste domingo (26), às 16 horas, na Arena Castelão. Marcelo Chamusca tem uma boa memória recente diante do Vovô. Foi com ele à beira do gramado que o Fortaleza quebrou um jejum de 13 jogos e mais de três anos diante do Ceará, vencendo o Clássico-Rei, por 2 a 1, no último dia 7 de março, pela 4ª rodada do estadual. Mesmo eliminado de forma precoce da Copa do Nordeste, em que o Ceará chegou à decisão diante do Bahia, o treinador do Tricolor ressalta a qualidade do elenco às vésperas da final do estadual. 
- Foi um resultado importante, que motivou o grupo ainda mais para seguir na briga pelo título. O torcedor também estava ansioso por uma vitória diante do maior rival e ela veio. Agora, teremos o Ceará novamente pela frente e sabemos das dificuldades desse clássico, mas nos preparamos bem e vamos lutar até o fim para presentear nosso torcedor, que é tão apaixonado, com esta taça.
Marcelo Chamusca, em um dos encontros entre Fortaleza e Ceará neste ano (Foto: Tom Alexandrino)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...