Rádio Líder Online de Acopiara

Plantão Policial de Acopiara registra furto a residencia de Vereador e Roubo a pessoa

QUINTA, 30 DE OUTUBRO
O vereador Eduardo Gaspar teve sua residencia arrombada durante a noite desta quarta feira 29. Segundo informações da Policia Militar a casa é uma Chácara que fica localizado no Sitio Tigrizinho, saída de Acopiara para Catarina.
O vereador chegou a residencia por volta de 8 horas, quando notou a porta arrombada e a ausência de: 02 botijões, 02 receptores centory, 01 faqueiro completo, 01 toca CD de carro, 22 lâmpadas florescente, 03 módulos de som, 01 extintor.
A Policia fez diligencia, mas até o momento não identificaram os autores do furto.
Roubo a Pessoa
De acordo com informações da Policia Militar quatro jovens se encontravam sentados na calçada do Hospital Suzana Gurgel do Vale, localizado na Rua Eduardo Gurgel Valente, centro de Acopiara, quando foram abordados por dois elementos, sendo que um deles armado com uma arma de fogo anunciou o assalto.
Os indivíduos logo subtraíram dois celulares das vítimas. No momento em que se preparavam para se evadir, umas das vítimas notou que a arma utilizada pelo elemento era de brinquedo, esboçou reação, porém não conseguiram mobilizar os elementos que se evadiram levando os dois celulares .

Camilo Santana – Depois de papo com Cid, é acertar ponteiros com a Assembleia Legislativa

iloecidd
Izolda Cela (vice-governadora eleita), Camilo (governador eleito) e Cid Gomes.
Nesta quinta-feira, o governador eleito Camilo Santana (PT) terá reunião com o presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque (Pros). Na pauta, a sucessão na Casa, que, claro, muito interessa ao petista. O próprio Zezinho quer a reeleição, mas, no páreo, já aparecem outros nomes como Welington Landim (Pros) e José Sarto (Pros), atual líder do Governo.
Camilo conta com uma série de propostas e projetos, além de medidas de impacto que terá que mandar para o legislativo estadual logo no dia da posse. Antes, porém, é ver om clima da disputa pelo comando legislativo.
Nessa quarta-feira, ele já conversou com o governador Cid Gomes sobre a equipe de transição. Cid deverá encaminhar logo para a Assembleia um decreto nesse sentido. No encontro, Cid expôs para Camilo mais detalhes sobre o Monitoramento de Projetos Prioritários do Estado (MAPP).
Esse modelo de trabalho terá continuidade na próxima gestão. O próprio Camilo, como secretário estadual do Desenvolvimento Agrário e depois titular das Cidades participou desse tipo de encontro.

Petista critica aliados de Eunício

QUINTA, 30 DE OUTUBRO
Contrapondo-se aos pronunciamentos de oposicionistas da Assembleia Legislativa, o deputado Professor Pinheiro (PT) defendeu que o correligionário Camilo Santana foi eleito governador, no último domingo, graças à aprovação do Governo Cid Gomes. Para o petista, os que criticam a votação dada pelo Interior do Estado a Camilo são os mesmos que se calaram durante as administrações tucanas.
Professor Pinheiro fez críticas ao posicionamento de João Jaime (DEM), que chegou a dizer que os eleitores do Interior confiaram mais votos a Camilo Santana por conta do uso da máquina do Governo durante a campanha. O democrata lembrou que Eunício Oliveira (PMDB), derrotado nas urnas, ganhou mais votos na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).
"A região do Cariri é a que tem mais universidades no Estado e, para alguns, essas pessoas são menos esclarecidas porque votaram no candidato do Governo", ironizou o petista.
Preconceitos
O deputado comparou a atitude de João Jaime, ao justificar a votação de Camilo no Interior, aos casos de preconceitos nas redes sociais desqualificando o voto dos nordestinos. Para Pinheiro, as pessoas entenderam que o atual Governo procurou investir no Interior do Estado.
"Há um reconhecimento do papel do Governo no Estado do Ceará. E as pessoas sentiram-se contempladas pelo Governo", apontou o parlamentar. Historiador, o deputado ressaltou que Fortaleza, ao longo da história recente, foi uma cidade que sempre fez oposição ao Governo. "Em nenhum momento, eu vi um tucano dizer que os iguatuenses ou jaguaribanos eram menos esclarecidos por terem votado em tucanos", apontou.
Pinheiro acrescentou que o argumento de João Jaime, ao atribuir a votação de Camilo Santana à máquina estadual, é "muito pobre" e não deve ser usado pelos parlamentares para justificar a derrota de Eunício Oliveira.

Agora, ou vai ou racha

Image-0-Artigo-1731062-1
Time alvinegro, que atualmente ocupa a sexta colocação na tabela, precisa da vitória no Interior de Minas Gerais para se manter vivo na luta pelo G4 e afastar os concorrentes, que estão se aproximando a cada rodada
FOTO: KIKO SILVA
QUINTA, 30 DE OUTUBRO
Em competições de pontos corridos, ficar sem pontuar por três rodadas seguidas pode ser nocivo para qualquer equipe. Afinal, a distância entre os participantes pode se dissolver. O Ceará vivia em uma situação até confortável na luta pelo acesso após a 29ª rodada da Série B, ao bater o Bragantino por 1 a 0, chegando aos 50 pontos, e apenas a um do 4ºcolocado Joinville.
Pela pontuação, a linha de corte do acesso iria da líder Ponte Preta, com 54, ao 5º colocado Ceará, com 50. Afinal, o Náutico era o 6º com 44, e o 11º, Atlético/GO, tinha 41. Portanto, o Vovô mantinha uma distância até certo ponto tranquila.
Só que ao estacionar na tabela, perdendo três partidas seguidas - 3 a 0 para o Joinville, 2 a 1 para o Icasa e 2 a 0 ante o Santa Cruz - o Ceará permitiu que o pelotão intermediário da tabela chegasse perigosamente.
Hoje, o Alvinegro é o 6º colocado com 50 pontos - ultrapassado pelo Santa Cruz, que saiu de 42 para 51 em três rodadas - e já é perseguido pelo Atlético/GO (49), América/MG (48), Boa Esporte/MG (47) e Sampaio Correa (47).
Por essa aproximação, a 33ª rodada da Série B se torna essencial para o Ceará, que vai enfrentar o time do Boa Esporte, neste sábado, em Varginha (MG).
Gangorra

Caixa se une à Fenabrave para ampliar crédito

Image-0-Artigo-1730791-1
Para pessoas jurídicas, a instituição financeira remodelou a linha CredFrota, a qual é destinada à renovação e/ou ampliação de frotas para empresas, principalmente locadoras de veículos
FOTO: ELIZÂNGELA SANTOS
São Paulo. A Caixa Econômica Federal e seu controlado Banco Pan assinaram um acordo com a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) para facilitar a concessão de crédito automotivo neste final de ano, além de oferecer outros produtos e serviços para as concessionárias.
Segundo comunicado, a Caixa vai operar, até dezembro, com taxas especiais para os financiamentos de veículos à pessoa física, além de possibilitar o pagamento da primeira parcela, após o Carnaval de 2015.
Para pessoa jurídica, o banco remodelou a linha CredFrota, destinada à renovação e/ou ampliação de frotas para empresas, principalmente locadoras. As novas condições incluem ampliação de prazos, mais itens financiáveis e liberação das garantias de acordo com a proporcionalidade dos valores amortizados.
A Caixa também vai disponibilizar às concessionárias produtos como financiamento da folha do 13º salário; antecipação de recebíveis, com taxas a partir de 1,25% ao mês; e capital de giro, com taxas a partir de 1,35% ao mês e prazo de até 36 vezes para pagamento da dívida.
Fôlego e aproximação

O lado mais humano

Image-1-Artigo-1729678-1
Alinne Moraes interpreta a esposa de Tim Maia, Janete. A atriz se disse honrada em participar do longa
Image-0-Artigo-1729678-1
Cauã Reymond é Fábio, melhor amigo de Tim Maia
Dezesseis anos após a música brasileira perder um de seus maiores ídolos, tim maia, o eterno rei do soul, ganha cinebiografia que promete contar os fatos mais marcantes de sua carreira e, é claro, de sua polêmica vida pessoal.
Dirigido por mauro lima ("o meu nome não é johnny"), "tim maia -o filme" é baseado no livro "vale tudo - o som e a fúria de tim maia", de nelson motta que, inclusive, já virou musical. Percorre desde a infância do artista, no rio de janeiro, até o ápice de sua carreira, nos anos 1970, e sua morte, em 1998.
Além dos relacionamentos amorosos, parcerias musicais, amizades e dramas pessoais, outros momentos igualmente importantes são retratados, como o tempo em que tim viveu nos estados unidos e que possibilitou o encontro com novos estilos musicais que vieram a influenciar sua música. Foi nesse período também em que ele foi preso por roubo e posse de drogas.
A história é narrada a partir do olhar do fábio stella, melhor amigo de tim. Segundo mauro lima, trata-se de uma obra ficcional e romanceada, já que se preocupou muito mais com o "arco dramático" da história do que com o registro puramente documental da vida do ídolo.
O homem
Na pele de Tim Maia estão dois atores. Robson Nunes deu vida ao músico em sua fase mais jovem, enquanto Babu Santana o interpretou na fase adulta. Para tal, Babu revela, teve que ganhar 15kg (a semelhança com o personagem é incrível). Além disso, dele mesmo a voz que canta sucessos como "Ela partiu", "Sossego" e "Azul da cor do mar", "Não quero dinheiro" e "Você". Outros foram apenas dublados pelos atores.

Diretor diz à CPMI que não sabia de desvios na Petrobras

QUINTA, 30 DE OUTUBRO, ÁS 06:48
O diretor de Abastecimento da Petrobras, José Carlos Cosenza, depôs nessa quarta-feira (29) na comissão parlamentar mista de inquérito (CPMI) que investiga denúncias de corrupção na companhia e disse que não tem conhecimento dos fatos denunciados nos depoimentos do ex-diretor Paulo Roberto Costa e do doleiro Alberto Youssef, presos pela Polícia Federal na Operação Lava Jato.
Cosenza repetiu diversas vezes aos parlamentares que não sabia dos desvios de recursos da Companhia, nem do pagamento de propina a partidos políticos, relatados pelos dois acusados em delação premiada à Justiça. Ele disse que a Petrobras está fazendo uma investigação interna sobre os fatos, assim como o Ministério Público e a Polícia Federal.
Indagado se o cartel formado por empreiteiras que usam os contratos com a Petrobras para pagar propinas aos partidos continua, Cosenza negou. “Eu desconheço a existência do cartel. Se eu desconheço, como é que eu daria continuidade?”, disse.
Ele também falou que nunca esteve com Youssef, nem com o deputado Luiz Argôlo (SD-BA), que está sofrendo processo de cassação na Câmara por ter sido denunciado de ter recebido dinheiro de Alberto Youssef proveniente de fontes ilícitas. “Nunca estive nem com um nem com outro [Youssef e Argôlo]. Nem os conheço pessoalmente”, ressaltou o diretor da Petrobras.
Cosenza admitiu, no entanto, que se encontrou com seu antecessor na diretoria de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, depois que ele saiu do cargo e já tinha sido denunciado na Operação Lava Jato. “Desde que eu assumi a diretoria da Petrobras eu tive três telefonemas com o senhor Paulo Roberto Costa. E tive dois encontros. Foram esses os contatos: três vezes por telefone e duas vezes pessoal”, disse. Segundo ele, os encontros foram para tratar dos procedimentos na diretoria e questões técnicas, não sobre os fatos denunciados pela polícia.
(Agência Brasil)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...