Rádio Líder Online de Acopiara

Um ano depois, Controladoria reabre investigação sobre tiroteio de PMs com bandidos com 5 mortos em Redenção


Um ano depois, Controladoria reabre investigação sobre tiroteio de PMs com bandidos com 5 mortos em Redenção

Controladoria Geral requisitou à Pefoce nova perícia no local onde bandidos morreram
Um ano depois de um confronto entre bandidos e policiais militares, que terminou na morte de cinco pessoas e ferimentos em três PMs, no Município de Redenção (a 52Km de Fortaleza), o caso volta à tona. Por solicitação da Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos da Segurança Pública e do Sistema Penitenciário do Ceará (CGD), uma nova perícia foi realizada nesta quarta-feira (23) no local do tiroteio.
Uma equipe de peritos criminais da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) estiveram, ontem, no lugarejo conhecido como Faís, no Sítio Olho D’Água da Bananeira, um local de difícil acesso na Serra do Vento, Distrito de Antônio Diogo. O objetivo foi tentar colher provas ou indícios sobre o que ocorreu no tiroteio ocorrido na madrugada de 27 de novembro do ano passado.
O caso, que teria sido investigado pela Polícia Civil, agora é objeto de apuração por parte da CGD, que quer saber sobre a conduta da Polícia Militar no episódio. Conforme denúncias de moradores do local e de familiares de algumas das cinco vítimas, três pessoas inocentes teriam sido mortas pela Polícia.
Durante o tiroteio que se estabeleceu no local, morreram Marcos Alessandro Arcelino da Silva, Jardeline Alexandre de Sousa, Raimundo Nonato Coelho de Andrade, Pedro Antônio do Nascimento e Manoel Alves de Sousa. O primeiro seria um bandido de altíssima periculosidade envolvido em assaltos e tráfico de drogas e que seria o chefe de uma quadrilha. Dias antes, Alessandro, conhecido como “Praiano”, havia trocado tiros com policiais do Destacamento da PM de Antônio Diogo. Dois dias depois, durante seu velório, no bairro Boa-Fé, em Redenção, bandidos rivais invadiram a residência dos pais dele e queimaram o caixão com o corpo. Além disso, filmaram a ação criminosa e postaram nas redes sociais.
No confronto com a PM, a namorada de “Praiano”, Jardeline Alexandre de Sousa”, também morreu. No local, os policiais apreenderam várias armas de fogo, entre elas, uma escopeta calibre 12, uma pistola, revólveres, munições e drogas.
Inocentes?
Dias depois do fato, moradores de Antônio Diogo denunciaram que as outras três pessoas mortas no incidente não eram bandidos e, sim, teriam sido rendidas pelo assaltante e traficante quando este se viu cercado pela PM, portanto, teriam morridos como inocentes Tais denúncias seriam o motivo para que o caso passasse a ser apurado pela CGD.
Na ocasião, dois PMs ficaram feridos . Um deles levou um tiro na perna. Outro foi baleado nas nádegas e ambos transferidos para Fortaleza em ambulâncias. Um terceiro militar somente não foi também lesionado no tórax porque o tiro atingiu o colete à prova de balas que ele utilizava na hora do embate com os marginais.
Por FERNANDO RIBEIRO

Related Post

Um ano depois, Controladoria reabre investigação sobre tiroteio de PMs com bandidos com 5 mortos em Redenção BLOG DO CARLOS DEHON Rating: 5 quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...